avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Laverca
Alauda arvensis
A laverca é uma das aves mais características das terras altas de Portugal, enchendo os cumes das serras
com o seu canto interminável.
Identificação
Ave totalmente castanha, de padrão riscado, maior
que um pardal. Sem sinais particulares na
plumagem, a não ser a pequena poupa que nem
sempre é visível. Quando pousa no meio da
vegetação, esconde-se entre as ervas pode ser muito
difícil de ver. O seu canto, emitido em voo, pode
prolongar-se ininterruptamente durante vários
minutos.
Onde observar

Na Primavera pode ser vista com mais facilidade nas terras altas do norte; no Outono e no Inverno a sua observação é mais
fácil nas terras baixas do sul.

Entre Douro e Minhoa serra da Peneda é o principal local de ocorrência durante a época de cria.

Trás-os-Montespode ser vista na terras altas, nomeadamente nas serras do Gerês, do Larouco, do Alvão, da Coroa e
de Montesinho.

Litoral centro – durante a época de cria pode ser vista nas zonas mais altas da serra de Sicó e da serra de Aire. No
Inverno ocorre nas zonas baixas do litoral, como a lagoa de Óbidos.

Beira interior – a serra da Estrela, que suporta uma boa densidade de lavercas nidificantes, é um dos melhores locais
para observar esta espécie durante a Primavera; outros locais de ocorrência são a zona de Vilar Formoso e a serra de
Montemuro. No Inverno a espécie aparece em terras mais baixas, por exemplo junto à albufeira da Marateca.

Lisboa e Vale do Tejo – é comum no estuário do Tejo (lezírias da Ponta da Erva e também na vizinha zona de Pancas),
onde ocorre durante todo o ano. Pode também ser vista na serra de Montejunto. Adicionalmente, no Inverno, observa-se
com regularidade no cabo Espichel e junto ao paul do Boquilobo.

Alentejopode ser vista um pouco por toda a região, sendo especialmente comum nas zonas de Alpalhão, Beja,
Mourão e Castro Verde. Também ocorre no estuário do Sado.

Algarveocorre principalmente como invernante, podendo ser vista no paul de Lagos, na ria de Alvor, no sapal de
Castro Marim e nos terrenos envolventes da lagoa dos Salgados; observa-se ainda na zona do cabo de São Vicente
(neste local poderá haver uma pequena população reprodutora, pois a espécie também se observa durante o resto do
ano).
Abundância e calendário
Embora possa ser observada em Portugal durante todo o ano, a
laverca apresenta distribuições diferentes consoante a época do
ano. Durante a Primavera e o Verão, ocorre sobretudo a norte do
Tejo. Privilegia as terras altas, sendo especialmente comum acima
dos 800 ou 900 metros de altitude. Contudo, também ocorre ao
nível do mar, como acontece na lezíria do Tejo. No Inverno pode ser
vista, por vezes em bandos muito numerosos, nas terras baixas do
sul do país, especialmente em terrenos cultivados ou restolhos.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
.
Clique na seta para ouvir o canto da laverca!