avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Petinha-marítima
Anthus petrosus
Identificação
Bastante parecida com a petinha-ribeirinha, apresentando, tal como esta espécie, as patas escuras.
Distingue-se sobretudo pelas rectrizes exteriores cinzentas e não brancas.
Situação em Portugal:
As observações desta espécie encontram-se sujeitas a homologação pelo Comité Português de Raridades.

Até final de 2011 foram homologadas 13 observações (*):
  • 1992, 8-Nov, Ericeira, 5, R Matias (Anuário 4) - ver NOTA
  • 1996, 3-Nov, estuário do Minho, 3, C Pacheco, M Lecoq, J Ministro, R Lopes (Pardela 8)
  • 1996, 27-Nov, Sagres, 2, C Noivo, G Faria (Pardela 8)
  • 1998, 19-Jan, Moledo, Caminha, C Vidal (Pardela 11)
  • 1998, 16-Nov, Moledo, Caminha, C Vidal (Pardela 11)
  • 1998, 19-Dez, Porto de Sagres, 2, G Elias, F Walker (Pardela 11)
  • 2005, 18-Dez, Ericeira, CC Moore, P Holt (Anuário 5)
  • 2006, 30-Dez, Parede, CC Moore, P Holt (Anuário 6)
  • 2008, 10-Out, Peniche, P. Ramalho (Anuário 7)
  • 2008, 20-Dez, cabo Raso, A. Gonçalves (Anuário 7)
  • 2009, 14-Dez, cabo Raso, A. Gonçalves (Anuário 7)
  • 2010-11, 14-Dez a 31-Jan, estuário do Cávado, 1 ind., J. A. Silva (Anuários 8 e 9)
  • 2011, 6-Fev a 10-Fev, porto de Sagres, 2 inds., 1-ind. a 10-Fev, N. Fonseca, D. Cortes e outros
    (Anuário 9)

Outras observações:
  • 2011, 14-Jan, porto de Sagres, por M. Mendes
  • 2012, 27-Jan, foz do Cávado, 1 ind., por J. Silva
  • 2012, 20-Out, Berlenga, 1 ind., por M. Robb e L. Gordinho
  • 2012,  3-Nov, Sagres, 1 ind., por A. Leitão
  • 2013, 14-Jan, foz do Cávado, 1 ind., por J. Silva
  • 2013, 14-Out, porto de Peniche, 1 ind, por T. Valkenburg e F. Azevedo
  • 2013, 19-Out, porto de Peniche, 2 ind., por P. Ramalho e H. Cardoso
  • 2013, 29-Out, molhe sul, Aveiro, 1 ind., por P. Moreira
  • 2013, 26-Nov, foz do Cávado, 1 ind., por J. Silva
  • 2013, 14-Dez, Sagres, 1 ind., 14-Dez, por N. Barros
  • 2014, 03-Out, praia do Cabedelo-Vila Nova de Gaia, 1 ind., por A. Mota
  • 2014, 06-Out, marinas da Troncalhada-Aveiro, 1 ind., por P. Leite
  • 2014, 23 a 30-Nov, porto da Baleeira-Sagres, 1 ind, por A. Leitão, P. Alves e outros
  • 2015, 15 a 26-Jan, foz da ribeira de Oeiras, um ind., por J. Frade
  • 2015, 26 a 28-Out, porto da Baleeira-Sagres, 3 ind., por M. Davis
  • 2015, 15-Nov, foz do rio Lis, 1 ind., por A. Sousa
  • 2016, 01-Fev, ribeira de Aljezur, 1 ind., por P. Ramalho, T. Valkenburg, N. Barros e outros
  • 2016, 06-Mar, estuário do Douro, 1 ind., por F. Bernardo

Conhecem-se, além destes, mais dois registos anteriores a 1995, quando a espécie não estava sujeita a
homologação:
  • 1992, 14-Mai, Carvalhelhos, Boticas, L Reino, R Rufino, R Neves (Airo 4-2)
  • 1994, 6-Mar, Molhe da Barra, Aveiro, L Gordinho, P Marques, A Luís (Airo 6-1,2)

NOTA - o registo de Novembro de 1992, embora tenha efectuado antes da entrada em funcionamento do
CPR, foi homologado segundo os critérios adoptados para os registos posteriores a 1995.

(*) - No Anuário 8 é referido que o número total de registos é de 11, no que se supõe ser um erro de
contagem, pois o total não parece ter sido correctamente actualizado no relatório do Anuário 6.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Ver Anthus petrosus num mapa maior
Mapa dos registos de Anthus petrosus em Portugal Continental
Discreta, esquiva e nem sempre fácil de identificar, a petinha-marítima é considerada formalmente uma
raridade, mas a ocorrência desta espécie oriunda da Europa setentrional poderá ser regular nalguns locais
da costa portuguesa.