avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Petinha de Richard
Anthus richardi
Muitas vezes vista como um prémio para os ornitólogos, já foi considerada uma raridade em Portugal.
Trata-se de uma petinha que percorre um longo caminho desde a Sibéria para estar entre nós.
Identificação
Esta é uma ave de difícil identificação, pois é bastante semelhante à petinha-dos-campos. As diferenças
residem sobretudo nas patas mais compridas e na ausência de lista preta nos loros. Embora nem sempre
seja possível conseguir ter uma visão clara das patas, um olhar atento à garra posterior ajuda a identificar
esta espécie, pois é bastante mais comprida que as das congéneres. Também característico é o seu hábito
de peneirar antes de pousar.

Abundância e calendário
A petinha de Richard é bastante rara em Portugal. É um migradora proveniente das paragens longínquas da
Sibéria, que ocorre entre nós sobretudo como migrador de passagem. Contudo, já foi registada a
permanência entre nós de alguns indivíduos invernantes. Assim, a melhor época para a observação desta
espécie decorre entre Outubro e Dezembro, podendo alguns exemplares ser ainda observados durante os
meses finais do Inverno. Ocorre sobretudo junto a prados húmidos ou alagados, nas margens de lagoas,
pequenos charcos e açudes. Por vezes associa-se a outras espécies de petinhas.
Onde observar

São escassos os registos desta espécie que apenas nas últimas duas décadas começou a ser
detectada com regularidade em Portugal. A esmagadora maioria das observações foi feita em
zonas a sul do Tejo.

Litoral centro - aparentemente regular na lagoa de Óbidos e na zona de Peniche.

Lisboa e Vale do Tejo escassamente registada nesta região, foi já notada a sua
presença no estuário do Tejo, nomeadamente nas lezírias da Ponta da Erva e em Pancas,
assim como no cabo Espichel.

Alentejoocorre regularmente junto ao cabo Sardão, na lagoa de Santo André, e no
estuário do Sado, tendo sido também registada mas em menor número, na lagoa dos
Patos.

AlgarvePode ser observada esporadicamente no cabo de Sao Vicente e em Sagres e
na lagoa dos Salgados. Para além destes locais, já foi também registada no Paul de
Lagos, na ria de Alvor e no Sapal de Castro Marim.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites