avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Codorniz
Coturnix coturnix
Quem nunca ouviu o canto, repentino e bastante audível, que em nada faz lembrar uma ave de pequenas
dimensões? Contudo, apesar de ser facilmente localizável pelo seu canto, a codorniz não é fácil de ver,
excepto quando levanta quase sob os pés do observador.
Identificação
É muito difícil de observar esta pequena e rechonchuda ave, já que muito facilmente passa despercebida
devido ao seu mimetismo. A forma do corpo é a característica mais evidente, pois apresenta um padrão ocre
malhado, extremamente semelhante ao padrão do ambiente envolvente que a rodeia. O centro preto da
garganta do macho, bem como as listras que ambos os sexos apresentam no dorso e nos flancos, podem
ajudar na identificação, caso seja possível observar a ave em pormenor. É o seu canto trissilábico, muito
característico, que geralmente denuncia a sua presença.
Onde observar

Apesar de secretiva, pode ser facilmente detectada pelo seu canto, tanto em zonas húmidas de grande dimensão, como em
pequenos lameiros, bastando que haja boa densidade de vegetação rasteira, e em zonas de relativa humidade.

Entre Douro e Minho frequente em zonas como a Veiga da Areosa e o estuário do Cávado.

Trás-os-Montesnesta região, pode ser ouvida facilmente na parte oriental da serra do Gerês e também no planalto
transmontano, por exemplo na zona de Miranda do Douro e na serra da Coroa.

Litoral centroocorre no baixo Mondego e junto da lagoa de Óbidos, sendo estes os melhores locais para encontrar a
espécie.

Beira interioré mais comum na zona raiana, nomeadamente no planalto de Vilar Formoso e na campina de Idanha-a-
Nova. Localmente ocorre também na serra da Estrela.

Lisboa e Vale do Tejoperto de Lisboa, pode ser ouvida nas lezírias da Ponta da Erva e em Pancas (estuário do Tejo).

Alentejoé nesta região que a codorniz é mais fácil de encontrar, sobretudo nas zonas de Nisa, barragem da Póvoa,
Alter do Chão, Elvas, São Cristóvão e Évora, na região norte, e Mourão, albufeira de Alqueva, Beja e Castro Verde, na
metade sul. Durante o Inverno é relativamente frequente nalgumas zonas húmidas como o estuário do Sado e a lagoa
dos Patos.

Algarvenesta região ocorre tanto em zonas húmidas como o Ludo, o paul de Lagos, o estuário do Arade e a lagoa
dos Salgados, como em zonas mais secas - por exemplo, junto ao cabo de São Vicente, no planalto do Rogil e na serra
do Caldeirão.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
Abundância e calendário
Localmente, pode ser abundante, nomeadamente em zonas de
ervas altas. No entanto, de uma forma geral a codorniz não é uma
ave muito comum. Ocorre como invernante, sobretudo nas zonas
húmidas do sul, mas é uma espécie maioritariamente estival,
encontrando-se no nosso território principalmente entre Março e
Outubro. Distribui-se de forma esparsa de norte a sul do país,
ocorrendo sobretudo em zonas agricultadas, tanto em planície
como em planalto.
.
Clique na seta para ouvir o canto da codorniz!