avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Peneireiro-vulgar
Falco tinnunculus
Este é um falcão bastante regular em ambientes urbanos,
facilmente reconhecível pela sua capacidade de pairar
enquanto procura as suas presas.
Abundância e calendário
Espécie comum em Portugal Continental, mais abundante em
zonas agrícolas e nas imediações de aglomerados urbanos. O
peneireiro-vulgar é um falcão residente pelo que se observa
durante todo o ano.
Onde observar

Este pequeno falcão é comum em zonas agrícolas do nosso território, assim como em áreas abertas e zonas humanizadas.

Entre Douro e Minho pode ser visto no vale do Lima e junto ao estuário do Cávado.

Trás-os-Montesbem distribuído por esta região, pode ser visto no Douro Internacional sobretudo nas zonas agrícolas.
Há também facilidade de observação na veiga de Chaves e na serra do Alvão.

Litoral centro - é comum no baixo Mondego, assim como na ria de Aveiro, na lagoa de Óbidos e na zona de Alvaiázere.
Pode também ser visto junto a São Martinho do Porto, no paul de Tornada, na serra de Sicó, na lagoa da Vela e na zona
de Peniche.

Beira interiorfrequente em alguns locais abertos e planos. Na Beira Alta pode ser visto no planalto de Almeida, em
Celorico da Beira, na albufeira de Vilar e na zona do Sabugal. Na Beira Baixa, é frequente junto ao Tejo Internacional e na
campina de Idanha.

Lisboa e Vale do Tejocomum nas zonas agrícolas da região saloia, nomeadamente junto à Ericeira, foz do Sizandro e
cabo da Roca, e junto à serra de Sintra, nomeadamente na zona da Malveira da Serra e Alcabideche. É também
facilmente observável nas lezírias da Ponta da Erva, especialmente durante o Inverno e ainda na ribeira das Enguias, na
Ponta dos Corvos (perto de Corroios), no paul da Barroca e junto ao paul do Boquilobo. Alguns exemplares são
regularmente vistos na cidade de Lisboa e no Parque do Tejo, assim como na várzea de Loures e no cabo Espichel,
sendo este último um dos melhores locais para procurar a espécie. Também se observa na Costa de Caparica.

Alentejono Alto Alentejo, pode ser encontrado na planície de Évora, em Nisa, na barragem da Póvoa e nas zonas de
Elvas e Mourão. No Baixo Alentejo, a espécie também é comum, situando-se os melhores locais nas planícies de
Castro Verde e Cuba, Ourique, zona de Mértola. Junto ao litoral, a espécie ocorre com regularidade no estuário do Sado,
na zona do cabo Sardão e junto ao estuário do Mira.

Algarvedistribui-se sobretudo ao longo da faixa costeira, sendo localmente comum. Alguns dos melhores locais são
o cabo de São Vicente, a Ponta da Piedade, o Leixão da Gaivota, a reserva de Castro Marim e o estuário do Arade.
Ocorre também junto à cidade de Faro e na lagoa dos Salgados e ainda no Parque Ambiental de Vilamoura, no paul de
Lagos, na Carrapateira, na Boca do Rio e no planalto do Rogil.
Identificação
Este falcão de tamanho médio apresenta as asas pontiagudas e
cauda comprida, e bico curto e forte, típicos da maioria das
espécies deste grupo. A cauda do peneireiro-vulgar é um pouco
mais comprida que a dos seu congéneres, dando-lhe um aspecto
mais estilizado. Existem diferenças em termos de plumagem e
dimensões entre os machos e as fêmeas desta espécie, sendo a
última de dimensões maiores e menos colorida. A fêmea e o
macho possuem o dorso cor de ferrugem, bastante sarapintado de
preto, com a ponta das asas escuras. A cauda da fêmea é barrada,
enquanto que o macho apresenta a cauda e a nuca lisas
cinzento-azulado, contrastando bastante com a tonalidade do
dorso. O peito do macho é menos barrado, parecendo mais liso
que a fêmea.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
.
Clique na seta para ouvir as vocalizações do peneireiro-vulgar!
..
...
Identificação
de falcões

Em Portugal ocorrem
regularmente seis
espécies de falcões.

A identificação destas
pequenas rapinas
nem sempre é fácil,
uma vez que algumas
espécies são
bastante parecidas.

Para ficar a conhecer
melhor as várias
espécies de falcões,
clique na seta ao lado
e veja a nossa
apresentação!