avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Papa-moscas-preto
Ficedula hypoleuca
Este migrador de passagem é uma das aves mais comuns no nosso território, embora apenas por um curto
período de tempo, no final do Verão e no início do Outono.
Identificação
No período em que o papa-moscas-preto ocorre no nosso território
apresenta já a plumagem de Inverno, menos vistosa que a
plumagem nupcial. Esta última é raramente observada em
Portugal, tratando-se basicamente de uma combinação de preto no
dorso e nuca, cauda preta, asas pretas com mancha branca nas
primárias, e peito e garganta brancos (nos machos). No Outono,
esta espécie substitui os pretos por tonalidades acastanhadas, e
sem ostentar a típica mancha branca na testa. Em ambas as
plumagens é bastante notória a mancha branca nas asas, típica
desta espécie.
Onde observar

Torna-se mais frequente em zonas florestadas, embora também possa ocorrer junto a zonas húmidas, em parques e jardins
urbanos, e ainda em zonas costeiras.

Entre Douro e Minho – pode ser visto em locais como o pinhal do Camarido, junto ao estuário do Minho, e o Parque da
Cidade, no Porto.

Trás-os-Montes – alguns dos melhores locais situam-se nas serras do Gerês e de Montesinho, onde podem também
ocorrer durante a Primavera.

Litoral centro – está presente sobretudo ao longo da faixa costeira, sobretudo nos pinhais de Mira e de Leiria, assim
como junto à lagoa de Óbidos e no paul da Madriz.

Beira interior – observa-se na serra da Estrela durante a passagem migratória.

Lisboa e Vale do Tejo – durante a passagem outonal, é uma espécie abundante no estuário do Tejo (zona de Pancas).
Pode ser vista também na serra de Sintra, junto ao cabo Espichel, na serra da Arrábida e em alguns parques e jardins
da cidade de Lisboa, e ainda no Parque do Tejo.

Alentejo – espécie relativamente frequente no estuário do Sado, na lagoa de Santo André e junto ao cabo Sardão, assim
como na zona de São Cristóvão.

Algarve – um dos melhores locais de observação desta espécie em Portugal é a zona de Sagres e do cabo de São
Vicente, onde pode ocorrer em grande número. Também o Ludo e a Quinta do Lago proporcionam boas observações
desta espécie, assim como a serra do Caldeirão e a ria de Alvor.
Sabe quando chegam
os primeiros papa-moscas-pretos?
Veja as datas
aqui
Abundância e calendário
Presente durante os períodos migratórios, sendo particularmente
comum na passagem outonal (de Agosto e princípios de
Novembro), sendo Setembro o melhor mês de observação. Pode
ocorrer um pouco por todo o lado, sendo mais frequentemente
observado junto ao litoral.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
.
Clique na seta para ouvir as vocalizações do papa-moscas-preto!