avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Alma-de-mestre
ou Painho-de-cauda-quadrada
Hydrobates pelagicus
Identificação
Trata-se de uma ave marinha de reduzidas dimensões, tal como
os restantes painhos. Distingue-se fundamentalmente pela
presença de uma mancha branca na parte inferior das asas,
completamente ausente nas restantes espécies que ocorrem
nos mares de Portugal. No restante, apresenta também a banda
branca na zona do uropígio, embora apresente a cauda
não-forcada, em que só se assemelha ao
painho-casquilho.
Extremamente difícil de ser observado, ocorre sobretudo junto a
terra durante temporais, ou imediatamente a seguir. Nem
sempre os padrões de plumagem são perceptíveis, sobretudo
se se tratarem de aves a larga distância do observador.

Abundância e calendário
Os padrões de ocorrência desta espécie ao longo da costa
portuguesa não são inteiramente conhecidos, sendo a melhor
época de observação desta espécie entre Junho e Outubro.
Durante o mês de Novembro podem ser ainda observados
alguns bandos ao largo da costa do Algarve. No entanto, trata-se
de uma espécie raramente observada a partir de costa.
Onde observar

A sua pequenez, aliada ao tipo de voo muito rente à superfície do mar, pausado, fazendo com que
a ave se «esconda» frequentemente atrás das ondas, tornando esta uma espécie raramente
detectável a partir do pontos de observação em promontórios, por exemplo.

Entre Douro e Minhoesta espécie ocorre regularmente frente ao litoral de Esposende.

Litoral centro existem registos da presença da espécie junto ao cabo Mondego e ao
cabo Carvoeiro, pelo que estas são as melhores opções de detecção da espécie.

Lisboa e Vale do Tejo o alma-de-mestre é registado com regularidade frente ao cabo
Raso, especialmente durante o Verão.

Algarveos melhores locais situam-se no cabo de São Vicente e na ponta da Atalaia-
Sagres, onde este painho ocorre regularmente durante o Verão e o Outono. Também pode
ser avistado frente à ponta da Piedade, onde existem alguns registos.
Surpreendentemente, esta ave marinha de pequenas dimensões resiste a temporais fortes. A sua
capacidade de manobra é tal, que pode planar em cima da água, deixando ver as manchas brancas
características por debaixo das asas.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
Links externos

Stormies online