avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Gaivota-polar
Larus glaucoides
As observações desta espécie encontram-se sujeitas a homologação pelo Comité Português de Raridades.

Até final de 2011 foram homologadas 29 observações em Portugal Continental:
  • 1988, 5-Jan, Monte Estoril, Cascais, 1º Inverno, C.C. Moore (Airo 2)
  • 1994, 6-Fev, Peniche, 1º inv., C.C. Moore (Airo 7-2)
  • 1995, 19-Nov, Ponta da Atalaia, Aljezur, C. Noivo (Pardela 5)
  • 1996, 2-Fev e 16-Fev, Peniche, 1º Inverno, L. Morais e C. Santos (Pardela 8)
  • 1996, 20-Fev, Praia da Parede, Cascais, 2º Inverno, R. Tomé, R. Rebelo e H. Costa (Pardela 8)
  • 1998, 16-Jan, Martinhal, Sagres, F. Walker (Anuário 3)
  • 2003, 19-Mar, Aterro Sanitário de Palmela, Palmela, 1º inverno, R Tomé, C Pereira (Anuário 3)
  • 2003, 12-Abr, Sapal de Corroios, estuário do Tejo, 1º inverno, J. Simão e M. Estevens (Anuário 3)
  • 2005, 31-Jan, Alcácer do Sal, estuário do Sado, 1º Inverno, A. Leitão e P. Lourenço (Anuário 5)
  • 2007, 1 a 10-Abr, Afurada, Vila Nova de Gaia, 1º Inverno, I. Vila Verde e A. Silva (Anuário 6)
  • 2009, 2 e 29-Jan, Sagres, 1º Inverno, R. Tipper e outros (Anuário 7)
  • 2009, 4-Jan, Vila Real de Santo António, 1º Inverno, L. Steijn (Anuário 7)
  • 2009, 12 e 30-Jan, Peniche, 1º Inverno, P. Ramalho (Anuário 7)
  • 2009, 28-Jan, Peniche, adulto, P. Ramalho (Anuário 7)
  • 2009, 31-Jan, cabo Raso, 1º Inverno, 31 de Janeiro, P. Ramalho (Anuário 7)
  • 2009, 1-Fev, foz do Lizandro, ad. da subespécie L. g. kumlieni, A. Gonçalves (Anuário 7).
  • 2009, 1 e 14-Fev, Sagres, 2 inds. de 1º Inverno, J. Broadbent e N. Fonseca (Anuário 7)
  • 2009, 2 e 9-Fev, Peniche, 1º Inv. da subespécie L. g. kumlieni, P. Ramalho e L. Gordinho (Anuário 7)
  • 2009, 4-Fev, praia V. Gama (Sines), 1º Inv. + ad. L. g. kumlieni, D. Lamacraft e S. Ashworth (Anuário 7)
  • 2009, 28-Fev, Monte Novo de Palma (estuário do Sado), 1º Inverno, A. Gonçalves (Anuário 7).
  • 2009, 22-Mar, Peniche, 1º Inverno, L. Gordinho (Anuário 7)
  • 2009, 29-Mar, cabo Raso, 1º Inverno, A. Gonçalves (Anuário 7)
  • 2009, 27-Abr, Lisboa, 2º calendário, D. Saunders (Anuário 7).
  • 2009, 4-Mai, Peniche, 2º calendário, P. Ramalho (Anuário 7)
  • 2010, 1-Mar, estuário do Douro, 1 ind., P. Dias (Anuário 8)
  • 2010, 22-Nov, Peniche, 1º Inv., P. Ramalho, J. T. Tavares, M. Robb (Anuário 8)
  • 2011, 23 a 28-Mar, molhe leste, Peniche, 1º inv., P. Ramalho (Anuário 9)
  • 2011, 05-Nov, Quebrado, Peniche, 1º inv., P. Ramalho, H. Cardoso, R. Caratão (Anuário 9)
  • 2011, 1-Dez, aterro da Simarsul, Seixal, 1º inv., H. Costa (Anuário 9)        

Outras observações:
  • 2008-09, 27-Dez a 1-Jan, Guia, Cascais, por A. Leitão, M. Poot e outros
  • 2009, 31-Jan, porto da Figueira da Foz, 1 ind. de 1º inv., por G. Elias e H. Blanco
  • 2009, 7 a 27-Fev, Sagres, 2 inds. de 1º inv., por N. Fonseca e outros
  • 2009, 7-Fev, praia da Falésia-Vilamoura, 1 ind. de 3º inv, por G. Schreier
  • 2009, 8-Fev, lagoa de Albufeira, 1 ind. de primeiro Inverno, morto, por H. Blanco
  • 2009, 14-Fev, Sagres, 2 inds. de 1º Inverno, por N. Fonseca, N. Pereira e S. Pereira
  • 2009, 14-Mar, cabo Espichel, 1 ind. de 2º Inverno, em voo para norte, por J. L. Santos
  • 2009, 22-Abr, Cruz Quebrada-Oeiras, 1 ind. prov. 2º Inv., por J. L. Santos
  • 2011, 13-Abr, Setúbal, 1 ind., por A. Xeira
  • 2011, 6-Nov, São Jacinto, um 1º Inv., por A. Gonçalves
  • 2011, 24-Dez, Sintra-praia de São Julião, 1 ind., por M. Robb
  • 2012, 15-Jan, Peniche, um 2º inv., por I. Teodoro
  • 2012, 23-Jan a 1-Fev, Peniche, um 3º inv., por P. Alfrey, J. Jara e P. Ramalho
  • 2012, 14-Abr, sapal de Corroios, 1 ind., B. Martins
  • 2012, 7-Nov, Sagres, um 3º inv., por P. Alves
  • 2012, 24-Nov, molhe leste-Peniche, 1 ind., por P. Ramalho
  • 2012, 27 a 29-Dez, docapesca de Portimão, um 3º Inv., por N. Fonseca, S. Waasdorp e H. Hin
  • 2013, 26-Jan a 23-Mai , Peniche, 1º inv., por P. Alves e P. Ramalho
  • 2013, 18-Fev, foz do rio Lima, um 1º inv, por J. González e A.Pérez
  • 2013, 26-Fev, foz do rio Onda-Angeiras, um 1º inv. por I. Oliveira
  • 2013, 1-Mar, praia da Aguda, V.N. de Gaia, um 2º inv., por H. Vieira
  • 2013, 1 a 25-Mar, Peniche, 2 inds de 1º Inv., por P. Ramalho
  • 2013, 25-Nov, porto de Quarteira, um 1º inv., por M. Davis
  • 2013, 16-Dez, ribeira de Carcavelos-Matosinhos, um 1º Inv., por I. Oliveira
  • 2014, 09-Jan a 10-Fev, molhe leste-Peniche, um1º inv. da spp L. g. kumlieni, por H. Cardoso e outros
  • 2014, 02-Fev a 14-Mar, molhe leste-Peniche, um 1º inv., por P. Ramalho e outros
  • 2014, 8 a 15-Fev, molhe leste-Peniche, um 2º inv. da spp L. g. kumlieni, por H. Cardoso e P. Ramalho
  • 2014, 09-Fev, marina de Cascais, 1 adu. da spp L. g. kumlieni, por M. Lemos e M. Tissot
  • 2014, 10-Fev, Budens-Vila do Bispo, 1 ind., por G. Rethore
  • 2014, 14-Fev, porto comercial de Aveiro, um 1º inv, por O. Morais
  • 2014, 14 a 15-Fev, molhe leste-Peniche, 1 adu. da spp L. g. kumlieni, por P. Ramalho e outros
  • 2014, 16-Mar, Sines, 1 adu. da spp L. g. kumlieni, por B. Snijder
  • 2014, 23-Abr a 23-Mai, praia de Mira, 1 ind., por B. Martins
  • 2014, 10-Jun, estuário do Douro, um 3º ano, por F. Bernardo
  • 2015, 17-Jan a 28-Fev, Murtosa, ria de Aveiro, um 2º inv. ssp kumlieni, por A. Mota e outros
  • 2015, 04-Fev a 19-Dez, porto de Leixões, um 1º inv., por I. Oliveira e outros
  • 2015, 23-Mar a 4-Abr, porto de Leixões, 3 1º inv., por J. Marques
  • 2015, 11-Fev, porto de Peniche, um 1º inv., por P. Ramalho
  • 2015, 24-Fev a 08-Mar, estuário do Douro, um ind., por P. Cardia e F. Bernardo
  • 2016, 21-Mar a 8-Abr, praia de Matosinhos, um 1º inv., por J. Marques

É interessante assinalar que no Inverno de 1995-96 houve três observações desta espécie, coincidindo com
um pico nas observações de
gaivota-hiperbórea. Em Janeiro de 2009 houve uma invasão, tendo a espécie
sido observada em quantidades anormalmente elevadas. Note-se também que quase dois terços das
observações conhecidas ocorreram nos meses de Janeiro e Fevereiro.
Identificação
Do tamanho de uma gaivota-d'asa-escura, a gaivota-polar
distingue-se pela brancura da sua plumagem. Em Portugal
têm sido  observados principalmente imaturos com menos
de um ano de idade (1º Inverno), cuja plumagem é bege.
Pode confundir-se com a gaivota-hiperbórea, distinguindo-se desta espécie pela projecção das primárias,
que se estendem claramente para além da cauda.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Ver Larus glaucoides num mapa maior
Mapa dos registos de Larus glaucoides em Portugal Continental