avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Painho-de-cauda-forcada
Oceanodroma leucorhoa
Este painho, que ocorre entre nós durante o Outono e o Inverno, destaca-se pela sua enorme capacidade de
enfrentar ventos fortes, notável para uma ave tão pequena. Nestas alturas, é possível verificar o seu padrão
cromático com a característica lista em 'V' no dorso.
Identificação
Estamos na presença do maior dos painhos que ocorre nas águas portuguesas. Embora a diferença
relativamente às outras espécies não seja muita, ela pode permitir a distinção relativamente ao
painho-de-cauda-quadrada e ao painho-casquilho. Entre as duas espécies congéneres do género
Oceanodroma
, a distinção cinge-se à forma da banda branca uropigial (mais pequena e em forma de 'W'
nesta espécie), e à existência de barras alares visivelmente pálidas, nas partes superiores. O
painho-de-cauda-forcada ocorre com alguma frequência junto a terra, sobretudo durante ou logo após
grandes temporais, embora também surja noutras ocasiões.

Abundância e calendário
Dado que se trata de um migrador de passagem junto à costa continental portuguesa, pode ser encontrado
principalmente no período que decorre entre Setembro e Novembro. No entanto, esta espécie raramente se
aproxima de terra, fazendo-o com mais frequência durante a passagem de frentes. Ao largo, pode ser uma
espécie localmente comum, agregando-se em bandos de dimensão apreciável.
Onde observar

As possibilidade de detecção deste painho aumentam quando o nosso litoral é fustigado por
condições atmosféricas adversas e que empurram esta pequena ave marinha para mais perto
da costa.

Litoral centro as melhores opções são o cabo Carvoeiro e o cabo Mondego, onde já
têm sido registadas aves em passagem.

Lisboa e Vale do Tejofrente ao cabo Raso tem sido observado por diversas vezes,
sobretudo durante e imediatamente após tempestades.

Algarveas melhores possibilidades de detecção deste painho encontram-se no cabo
de Sao Vicente e frente à fortaleza de Sagres.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites