avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Papa-figos
Oriolus oriolus
Identificação
O macho adulto é fácil de identificar: cabeça e dorso amarelos, asas pretas e bico vermelho. A fêmea é mais
esverdeada e, quando em voo, pode confundir-se com o pica-pau-verde. Apesar de raramente pousar à
vista, o papa-figos faz ouvir com frequência o seu canto aflautado, sendo este muitas vezes o primeiro sinal
da sua presença. Deve, contudo, acautelar-se a possibilidade de se tratar de um
estorninho-preto, que imita
bem o canto do papa-figos.
Abundância e calendário
O papa-figos distribui-se de norte a sul e pode ser considerado
comum na metade interior do território e pouco comum na metade
ocidental.
É um visitante estival que chega bastante tarde ao nosso país: a
maioria dos machos faz-se ouvir a partir de finais de Abril ou início
de Maio e canta até ao princípio de Julho. Parte para África em
Agosto, sendo já raro a partir de Setembro.
Onde observar

Pode ser visto um pouco por todo o país, mas é claramente mais fácil de encontrar no interior.

Entre Douro e Minho – pouco abundante nesta região.

Trás-os-Montes – bastante comum, pode ser observado na serra do Larouco e no Douro Internacional (concretamente,
em Miranda do Douro e Barca d’Alva)

Litoral Centro – pouco abundante na região.

Beira interior – o papa-figos é bastante comum ao longo da faixa raiana e pode ser observado na albufeira de Santa
Maria de Aguiar, na zona de Vilar Formoso, na região do Sabugal e no Tejo Internacional. Mais para oeste, ocorre
também em Celorico da Beira, nas serras de Montemuro e da Gardunha e na albufeira da Marateca.

Lisboa e Vale do Tejo – o paul do Boquilobo e a serra da Arrábida são alguns dos locais mais favoráveis para observar
esta espécie, que é pouco comum nesta zona.

Alentejo – comum e localmente abundante, pode ser visto com facilidade na região de Castro Verde, na zona de Mértola
e na vizinha Mina de São Domingos; tambem ocorre em Barrancos, e junto às albufeiras do Roxo e do Monte da Rocha;
mais para norte, observa-se junto à barragem da Póvoa e na zona de Castelo de Vide.

Algarve – ocorre por toda a região durante a época reprodutora, sendo particularmente abundante no nordeste (região
de Alcoutim), mas também pode ser visto na serra do Caldeirão e na ria de Alvor.
Sabe quando chegam
os primeiros papa-figos?
Veja as datas
aqui
As cores vivas do papa-figos tornam esta ave bastante atraente, mas os seus hábitos discretos fazem com
que seja muito mais vezes ouvido que visto.
.
Links externos

Golden Oriole
Group
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
.
Clique na seta para ouvir o canto do papa-figos!