avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Pardela-de-barrete
Puffinus gravis
Apenas ocorre nas nossas águas durante um curto período do ano, após empreender uma notável
migração desde os mares do hemisfério sul. Esta pardela com o seu barrete bastante visível, é a maior
dentro do seu género. Pode ser observada em bandos de grandes dimensões durante a migração, mas
normalmente é observada em pares ou pequenos grupos.
Identificação
Trata-se de uma pardela típica, de dimensão média-grande, com um característico barrete preto e um colar
branco que interrompe a plumagem escura que se estende pelas partes superiores da ave. Por debaixo,
apresenta uma tonalidade bastante pálida. O seu voo é idêntico ao das restantes pardelas, executando
grandes arcos sem batimentos de asas em alturas de vento forte ou moderado. Quando o vento é fraco ou
nulo, voa rente à superfície do mar. Esta é uma espécie maior que as restantes pardelas, apenas
ultrapassada pela
cagarra em dimensão. Ao contrário desta, possui o bico escuro e mais fino.

Abundância e calendário
Pouco frequentemente observada, a pardela-de-barrete ocorre quase exclusivamente durante a migração
para sul em direcção às suas áreas de reprodução. Este período decorre entre finais de Agosto e Outubro.
Em períodos de temporal, ou imediatamente a seguir a estes, podem aproximar-se da costa,
proporcionando observações de algumas centenas por hora, em passagem para sul. No entanto, esta
espécie é habitualmente rara.
Onde observar

As maiores probabilidades de observar esta espécie ocorrem durante a execução de saídas
pelágicas efectuadas durante o período de passagem migratória.

Litoral centro nesta região situam-se alguns dos locais onde tem sido registada com
maior regularidade, como é o caso do cabo Carvoeiro e na travessia Peniche-Berlengas.

Lisboa e Vale do Tejoespécie registada com regularidade em passagem pelo cabo
Raso.

Algarveo melhor local de observação encontra-se no cabo de São Vicente, existindo
também registos de passagem frente à ponta da Atalaia, perto de Aljezur.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites