avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Estuário do Douro
O  Estuário do Douro, situado entre as margens das cidades do Porto e
de Vila Nova de Gaia tem uma extensão de cerca de 20 hectares,
englobando a Baia de São Paio (frente do estuário) e a zona arenosa do
Cabedelo (parte final do estuário). Dada a sua localização, é um dos
melhores locais existentes nesta região para a observação de aves
designadamente as espécies migratórias e limícolas.
Visita:
Actualmente denominada Reserva Natural Local do Estuário do Douro, a zona em causa, inicia-se na
margem sul do Rio Douro, na zona da Afurada, e termina na zona arenosa do Cabedelo.
É precisamente nesta última zona que se concentram, quer em variedade, quer em quantidade, o maior
número de aves.
As gaivotas como o
guincho-comum, a gaivota-d’asa-escura e a gaivota-argêntea, bem assim como
algumas limícolas das quais se destaca o
maçarico-das-rochas, são as espécies mais abundantes e que
aqui podem ser vistas durante todo o ano.
Além destas, muitas outras espécies de aves também aqui podem ser vistas, todavia, em determinadas
alturas do ano. Assim as aves migratórias, como a
garça-real e a garça-branca-pequena são duas das
espécies que podem, no Inverno, aqui ser facilmente observadas. Estas duas espécies concentram-se
sobretudo em pequenos charcos que existem na zona periférica que dá acesso ao interior arenoso do
Cabedelo, próximas do passeio destinado a cicloturistas e peões, donde, aliás,  podem ser facilmente
avistadas.
Outra das espécies migratórias que pode ser observada, a partir de Outubro, no Estuário por aqui se
concentrar em grande número, é o
corvo-marinho-de-faces-brancas. Quanto a esta espécie, a extensão do
rio ladeada pela estrada desde a Afurada ao Cabedelo, é um bom local para a observar, nomeadamente do
próprio veículo, uma vez que os mesmos se costumam concentrar nas rochas existentes nas proximidades
da margem.
No Estuário do Douro, onde já foram observadas mais de uma centena de espécies de aves, podem
destacar-se ainda como de observação comum, a
rola-do-mar, o guarda-rios, o maçarico-de-bico-direito e o
pilrito-das-praias.
Em toda a zona envolvente,nomeadamente na pequena vegetação que ladeia a estrada e terrenos
circundantes ao areal   também não é difícil a observação de variados passeriformes como o
cartaxo-
comum, a alvéola-branca, a alvéola-amarela e a fuinha-dos-juncos.
Melhor época: Setembro a Maio

Distrito: Porto
Concelho: Vila Nova de Gaia
Onde fica: O Estuário do Douro situa-se na margem sul da Foz do Rio Douro. Como ponto de referência  
para localização e início de visita, indica-se a Ponte D. Luís e a zona ribeirinha de Gaia. Partindo depois
desta última, no sentido da Afurada, seguindo sempre pela estrada marginal ao rio, passamos por baixo do
tabuleiro da ponte da Arrábida e um pouco mais adiante entramos na zona piscatória da Afurada. A partir
desse ponto, seguindo pela Rua do Cabedelo, estamos no início do Estuário do Douro, donde começa já a
ser visível a extensa zona de areal onde se concentram o maior número de aves.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
A zona arenosa do Cabedelo, no Estuário do Douro, serve de abrigo a variadas espécies de aves migratórias
O observatório existente na margem esquerda do rio permite obter uma boa perspectiva sobre o estuário
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites