avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Foz do Sizandro
Visita:
O Rio Sizandro desagua no mar após formar um minúsculo estuário. O lado mais acessível por estrad
situa-se na margem sul, sendo possível estacionar na base da falésia e atravessar para o lado norte
através de uma ponte pedonal.
A zona mais perto da foz é geralmente frequentada por gaivotas, nomeadamente o
guincho-comum.
Também o
corvo-marinho-de-faces-brancas pode ser visto nesta zona.
Mais a montante, as margens do rio são frequentadas pelo
borrelho-de-coleira-interrompida, que poderá
nidificar nas dunas existentes nas imediações. À medida que se sobe o curso do rio, a vegetação ribeirinha
torna-se mais densa e proporciona abrigo a outras espécies de aves aquáticas, como a
galinha-d'água e o
rouxinol-bravo.
Do lado norte do estuário, entre o curso do rio e o cordão dunar, existe uma charca onde, no Inverno, se
observa a
petinha-ribeirinha. Neste local podem igualmente ser vistos a petinha-dos-prados e o pintarroxo.
Os campos agrícolas envolventes são frequentados por diversas aves terrestres, como o
peneireiro-vulgar,
a
poupa, o picanço-real e a gralha-preta.


Melhor época: Setembro a Abril

Distrito: Lisboa
Concelho: Torres Vedras
Onde fica: na costa ocidental, um pouco a norte da Ericeira


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
Vista sobre a Foz do Sizandro, a partir da falésia existente no lado sul; em primeiro plano, vê-se a Praia Azul
Este pequeno estuário é uma das principais zonas
húmidas na faixa costeira a norte de Lisboa e
merece uma visita, pois é propenso a observações
interessantes.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites