avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Serra do Marão
A Serra do Marão com os seus 1415 m de altitude e 689 m de
proeminência topográfica é a sexta maior elevação de Portugal
Continental. Situa-se na região de transição do Douro Litoral para Trás
os Montes e Alto Douro. Apesar de pouco conhecida entre os
observadores de aves em Portugal, esta é uma zona que vale a pena
visitar, tanto pela variedade de espécies que aqui ocorre, como pelas
suas magníficas paisagens. Tem ainda como característica o facto de
apresentar uma boa mancha vegetal, constituída essencialmente por
conífera e algumas espécies autóctones, além da zona cimeira da serra,
esta sim mais nua e rochosa.
Visita:
Sugere-se que se separe a visita em dois momentos distintos: primeiro na mancha florestal e depois na
zona cimeira da serra.

Saindo do IP4 na saída da Pousada/Marão apanhamos a velhinha N-15 em direcção a Vila Real, logo aqui
entramos na mancha florestal, é uma excelente oportunidade de procurar alguns passeriformes florestais
tais como o
chapim-carvoeiro, a estrelinha-real ou a estrelinha-de-poupa no inverno, trepadeira-comum e o
cruza-bico, poucos km á frente temos à nossa direita a estrada que nos levará ao cimo da serra. Aqui, uns
metros após o cruzamento, podemos fazer umas incursões a pé pelos estradões de terra à nossa
esquerda, e explorar de forma mais sistemática esta mancha florestal. A zona é igualmente frequentada
pelo
bufo-pequeno.

Uns quilómetros à frente entramos no planalto cimeiro, onde podemos observar facilmente a
petinha-dos-campos, pintarroxo, laverca, cia, ferreirinha-comum. Para explorar a zona rochosa a melhor
solução é seguir o estradão de terra que encontramos na última curva apertada à esquerda antes do cimo,
no primeiro cruzamento à direita e no segundo á esquerda até encontrarmos um curral, este troço nem
sempre poderá ser transitável em viaturas ligeiras. Deste ponto podemos explorar toda a zona rochosa que
se encontra a sudeste, aqui podemos encontrar espécies típicas de zonas rochosas como o
melro-das-rochas, águia real, falcão-peregrino, melro-azul, andorinha-das-rochas, também já foi aqui
observada a rara
trepadeira-dos-muros.
Melhor época: Abril a Julho e de Outubro a Março para observar o cruza-bico e a estrelinha-de-poupa.

Distritos: Porto e Vila Real
Concelhos: Amarante e Santa Marta de Penaguião
Onde fica: Entre Amarante e Vila Real. O acesso é feito pelo IP4 que une Vila Real e Amarante, saindo no nó
da Pousada / Marão.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
Vista do topo da serra do Marão - as fragas são frequentadas por espécies rupículas, como o melro-azul e o melro-das-rochas.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
O estradão faz parte da mancha florestal logo no inicio da subida, é um bom local para ver cruza-bico e a estrelinha-real