avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Salinas de Olhão
Junto à cidade de Olhão existe um complexo de salinas de media
dimensão. Este local serve de refúgio a inúmeras aves aquáticas, em
especial durante a preia-mar.

Devido à sua acessibilidade, este é um local de eleição para
observaçao de limícolas.
Visita:
A área não está vedada e por isso pode ser livremente visitada. A visita deve ser feita a pé e tem início junto
ao parque de estacionamento da Avenida 5 de Outubro (ver abaixo).

O melhor acesso e pelo caminho que entra nas salinas pelo lado sul, junto à ria. Existem diversos tanques
e muitas vezes as aves encontram-se distribuídas pelos vários tanques ou então estão pousadas nos
cômoros.

As limícolas são o grupo mais bem representado e neste local e possível observar diversas espécies, por
vezes a pequena distância. Entre as espécies mais habituais refiram-se o
pernilongo, o alfaiate, a
tarambola-cinzenta, o borrelho-grande-de-coleira, o perna-vermelha-comum, o pilrito-comum e o
pilrito-das-praias. As espécies mais pequenas (borrelhos e pilritos) formam frequentemente bandos mistos.

As gaivotas também gostam de se concentrar neste local, formando muitas vezes bandos com dezenas ou
mesmo centenas de aves. Para além das habituais
gaivotas-d'asa-escura e dos guinchos, são também
frequentes as
gaivotas-de-cabeça-preta, tendo já sido vistas aqui algumas aves desta espécie portadoras
de anilhas coloridas. Por vezes observam-se igualmente alguns
garajaus-comuns.

Fora da ordem dos Charadriiformes, ocorrem aqui outras aves aquáticas interessantes, com destaque para
o
pato-branco., espécie que no presente pode ser considerada razoavelmente comum no sotavento algarvio.
Também são regulares a
garça-branca-pequena e o colhereiro, mas geralmente em números reduzidos.

No que se refere a passeriformes, a diversidade é relativamente reduzida, no entanto vale a pena procurar o
pisco-de-peito-azul, que na estação fria frequenta a vegetação que bordeja os tanques. A cotovia-de-poupa,
pode ser vista nos caminhos ou nas imediações do parque de estacionamento.
Melhor época: Outono e Inverno

Distrito: Faro
Concelho: Olhão
Onde fica: No extremo sudoeste da cidade de Olhão, junto à Avenida 5 de Outubro. Para quem venha de
Faro pela N125, deve virar à direita na rotunda a seguir ao Continente (antes do restaurante McDonald's),
seguindo depois durante cerca de 600 metros até surgir uma curva pronunciada à esquerda. Aqui é possível
estacionar.

Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
As salinas de Olhão são um dos locais mais acessíveis do sotavento algarvio para observar aves limícolas
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites