avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados.
A Convenção entrou em vigor em 1975 e conta actualmente com 171 países
contratantes em todos os continentes. Actualmente, foram designados pelas
Partes contratantes 2341 sítios de importância internacional, cobrindo cerca de
134 milhões de hectares de zonas húmidas. Segundo o texto aprovado pela
Convenção, zonas húmidas são definidas como "zonas de pântano, charco,
turfeira ou água, natural ou artificial, permanente ou temporária, com água
estagnada ou corrente, doce, salobra ou salgada, incluindo águas marinhas cuja
profundidade na maré baixa não exceda os seis metros".


Portugal ratificou esta Convenção em 1980, tendo como obrigações:

  • Designar zonas húmidas para inclusão na Lista de Zonas Húmidas de
    Importância Internacional. Estes sítios são reconhecidos a partir de critérios
    de representatividade do ecossistema, de valores faunísticos e florísticos e
    da sua importância para a conservação de aves aquáticas e peixes;
  • Elaborar planos de ordenamento e de gestão para as zonas húmidas, com
    vista à sua utilização sustentável; e
  • Promover a conservação de zonas húmidas e de aves aquáticas,
    estabelecendo reservas naturais e providenciar a sua protecção apropriada.

Fonte:
ICNF
Em Portugal Continental existem 18 locais classificados como Sítios Ramsar:


Existem também 13 sítios Ramsar nos Açores.
Convenção de Ramsar
A Convenção sobre Zonas Húmidas constitui um tratado
inter-governamental adoptado em
2 de Fevereiro de 1971
na cidade iraniana de Ramsar. Por esse motivo, esta
Convenção é geralmente conhecida como "Convenção de
Ramsar" e representa o primeiro dos tratados globais sobre
conservação.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
No mapa seguinte pode ver a distribuição dos sítios Ramsar no mundo:
Para saber mais sobre a Convenção de Ramsar visite o site oficial.