avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Salreu (Estarreja)
A Freguesia de Salreu apresenta os arrozais mais a norte do país, bem como uma das mais importantes
manchas de caniçal, sinónimos de uma rica e variada avifauna, incluindo algumas espécies com maior
representatividade no panorama nacional.
Nas vizinhas freguesias mais a sul, Canelas e Fermelã, é possível encontrar o raro e genuíno habitat
denominado “Bocage”, apresentando uma valiosa e bem conservada galeria ripícola que alberga um vasto
conjunto de espécies.
Mais a Sul nos percursos de Canelas e Fermelã, os campos agrícolas (incluindo e o bem conservado e
raro "Bocage") a cerca de de 1 km em linha recta do inicio do Percurso de Salreu entendendo-se mas para
sul 2 km, permitem observar através dos trilhos assinalados, espécies como o
papa-amoras, o
cuco-rabilongo, a ógea, a toutinegra-do-mato, a felosa-poliglota e o torcicolo.

Todos os percursos estão homologados e sinalizados de acordo com as normas da FCMP, estando
distribuídos placares informativos em cada km com as principais espécies que ocorrem na área envolvente.
Melhor época: todo o ano

Distrito: Aveiro
Concelho: Estarreja
Onde fica: A rede de percursos pedestres está localizada na zona baixa do Concelho conhecida como Baixo
Vouga Lagunar, indicando a proximidade da Foz do Vouga e do canal principal da Ria de Aveiro. O ponto de
recepção dos visitantes é o CIA em Salreu podendo ser disponibilizados binóculos e material de apoio à
visitação.
Para quem preferir deslocar-se de comboio a localização é privilegiada uma vez que a ligação ferroviária da
Linha Urbana Porto - Aveiro separa a zona baixa do Concelho da zona de habitação com diversos
apeadeiros e estações muito próximos dos percursos (A paragem mais próxima do CIA que coincide com o
início do percurso de Salreu é o Apeadeiro de Salreu a 700m). De carro apanhando a A1 – A29 (saída
Estarreja -Sul) – N109 – Rua do Cadaval. GPS  N 40º 43’ 57.1” | W 8º 34’ 7.3”.
Mais informações:
www.bioria.com


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
Entre os arrozais e o caniçal no Percurso de Salreu
O Concelho de Estarreja possui uma extensa frente lagunar com a
Ria de Aveiro (com um gradiente de proximidade em relação ao canal
principal da Ria) concentrando diversos habitats recortados por
múltiplos esteiros e valas num jogo de águas doces e salgadas que
lhe conferem uma sublime beleza paisagística. Um mosaico de
ambientes aquáticos e terrestres representados pelos Rios Antuã e
Jardim, arrozais, o “Bocage” e campos agrícolas, em plena harmonia
com habitats de transição como sapais, caniçais, lamas entre marés
e juncais.
Visita:
Todos estes habitats são contornados por caminhos de terra batida pertencentes à Rede de Percursos
Pedestres do Projecto BioRia permitindo um contacto muito próximo com as aves. Iniciando a visita ao

Percurso de Salreu (circular)
pelo segmento norte, onde se encontra o Centro de Interpretação Ambiental
(CIA) percorridos 300m aparecem os primeiros arrozais que acompanham o percurso até ao km 3, onde é
possível observar através do amplo campo visual inúmeras espécies que aqui procuram alimento,
nomeadamente:
garça-vermelha, colhereiro, íbis-preta, garçote, maçarico-bique-bique, cegonha-branca,
garça-branca-pequena e garça-real. Do km 3 até ao km 6,5 encontramos uma das maiores manchas de
caniçal do país onde é possível facilmente observar um basto conjunto de espécies, como por exemplo o
tartaranhão-ruivo-dos-pauis, escrevedeira-dos-caniços, pisco-de-peito-azul, felosa-unicolor, passando
durante este segmento pela foz do esteiro de Salreu e Canelas nas denominadas “águas largas” onde é
possível observar através deste braço da ria de Aveiro espécies como a Águia-pesqueira (na zona de lamas-
entre-marés), bem como a
gaivina-dos-pauis e o borrelho-pequeno-de-coleira (nos arrozais). Durante as
passagens migratórias, o
maçarico-galego surge em números consideráveis. Até ao final do percurso
cerca do km 8 é possível encontrar inúmeras árvores secas e juncais onde facilmente se observam várias
aves de rapina como o
peneireiro-cinzento, a águia-d'asa-redonda e o milhafre-preto.
Perspectiva das valas do habitat Bocage que abrange as freguesia de Canelas e Fermelã
vista geral do Rio Antuã com a sua foz no canal principal Ria de Aveiro
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites