avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Pato-d’asa-azul
Spatula discors *
Identificação
Pequeno pato do tamanho de uma marrequinha. O macho é fácil de identificar: cabeça cinzenta, com uma
meia-lua branca junto à base do bico e uma mancha branca no flanco posterior. A fêmea é bastante
parecida com a de
marreco e de marrequinha, distinguindo-se sobretudo pela mancha loral pálida. Em voo,
ambos os sexos apresentam uma mancha azul muito visível nas grandes coberturas.
Situação em Portugal Continental
As observações desta espécie encontram-se sujeitas a homologação pelo Comité Português de Raridades.

Até final de 2011 foram homologadas 13 observações em Portugal Continental:
  • 1992, 21 e 28-Mar, lagoa de Santo André, P Catry, H Costa, M Armelin (Airo 5-1)
  • 1994, 8-Jan, lagoa de Santo André, macho, CC Moore (Airo 7-2)
  • 1996, 1-Mar, Tavira, macho, CC Moore, P Holt (Pardela 8)
  • 1997, 28-Jan e 6-Fev, ETAR de Tavira, macho, C. Viney e N. Grade(Pardela 11)
  • 1997, 8-Fev, Vale da Parra, macho, C Beale (Pardela 11)
  • 1997, 29-Mar, lagoa dos Patos, fêmea, CC Moore, P Holt (Pardela 11)
  • 1997-98, 15-Dez e 1-Jan, Quinta do Lago, 2 inds., casal, J. Ministro e J. Pereira (Pardela 11)
  • 2001, 21-Fev, Ludo, macho, F McClintock, J Mason, C Mason, N Marreiros (Anuário 1)
  • 2002, 24-Mar, ria Formosa, macho, N Fonseca (Anuário 2)
  • 2005, 6-Abr, lagoa de Santo André, fêmea, CC Moore (Anuário 5)
  • 2009, 16-Set e 28-Nov, Castro Marim, macho, L. Custódia, P. Dedicoat e J. Taylor (Anuário 7)
  • 2011, 9 a 16-Mar, salinas da Atalaia-Alcochete, 1 casal, J. Jara, M. Rolo e outros (Anuário 9)
  • 2011, 11-Mar, quinta da N. S. do Rosário, 1 casal, N. Fonseca (Anuário 9)

Outras observações:
  • 1978, 29-Out, Torre de Moncorvo (Dennis 1981)
  • 2012,  02-Jan, Lagoa-Nossa Senhora do Rosário, 1 macho adulto, por T. Valkenburg e J. Valkenburg
  • 2014, 11 a 17-Mar, estuário do Cávado, 1 macho, por J. Silva
  • 2016, 09 a 13-Mar, paul do Taipal, 1 macho, por D. Rodrigues
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Ver Anas discords num mapa maior
Mapa dos registos de Spatula discors em Portugal Continental
Oriundo da América do Norte, este pequeno pato de superfície aparece esporadicamente em Portugal. A
maioria dos registos foi efectuada no primeiro trimestre, sendo o Algarve a região com maior número de
registos.
* - Nota taxonómica - em muitos guias de campo esta espécie surge com o nome Anas discors. A alteração
de género para
Spatula decorre das recomendações emitidas pela IOC e que estão disponíveis para
consulta
aqui. É de referir que nem todas as autoridades consideram esta alteração de nome.