avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Andorinha-do-mar-árctica ou
Gaivina do Árctico
Sterna paradisaea
Tida como a espécie que executa as migrações mais longas, possui uma resistência notável considerando
o seu aspecto algo frágil.
Onde observar

Exclusivamente marinha quando ocorre entre nós, os melhores locais de observação são os
promontórios mais salientes e durante a passagem outonal, assim como a realização de saídas
pelágicas. Esta é uma espécie muito raramente avistada junto à costa sul algarvia, pelo que esta
aposta não é boa.

Entre Douro e Minhoraramente registada nesta região, pode ser observada em
passagem pela foz do Cávado.

Litoral Centroo melhor local de observação é o cabo Carvoeiro, podendo também
ocorrer frente ao cabo Mondego. Foi também registada frente à praia do Furadouro/Ovar.

Lisboa e Vale do Tejoo cabo Raso constitui a melhor aposta para a observação desta
espécie, assim como o cabo Espichel.

Alentejopoderá ser observada em passagem pelo cabo Sardão.

Algarveregularmente avistada em passagem pelo cabo de São Vicente.
Identificação
A andorinha-do-mar-árctica é uma espécie típica do género Sterna, com o característico barrete preto até
aos olhos, bico vermelho e corpo branco, apenas com cinzento-prateado no dorso e na parte superior das
asas. Assemelha-se bastante à
andorinha-do-mar-comum, o que confere elevado grau de dificuldade a
separação de ambas as espécies no mar, quando as condições ou a distância não são óptimas. A
andorinha-do-mar-árctica possui cauda ligeiramente maior, a cabeça ligeiramente mais pequena, o bico
vermelho normalmente sem ponta preta, e a ponta das primárias externas pretas em forma de V, com as
primárias exteriores translúcidas. Também pode confundir-se com a
andorinha-do-mar-rósea.

Abundância e calendário
Esta espécie não nidifica nem inverna em Portugal, sendo antes um migrador de passagem pouco comum.
É mais frequente durante a passagem pós-nupcial em Setembro e Outubro. No entanto, pode também ser
observada durante o mês de Maio ao largo da costa.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites