avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados.
Guarda-rios
Alcedo atthis
Identificação
Inconfundível. Muitas vezes é detectado quando faz o seu voo rasante e directo.
Quando pousado, pode ser facilmente reconhecido pelo dorso e pelas asas azuis e
pelo peito e ventre cor-de-laranja. Pousa frequentemente em pequenos postes ou
ramos secos, junto à água, a partir de onde pratica a caça à espera.
Por ser uma ave tão colorida, é bem conhecida das populações, que por isso
baptizaram esta espécie com pelo menos vinte e cinco nomes diferentes. Eis alguns
deles: chasco-de-rego, espreita-marés, freirinha, juiz-do-rio, martinho-pescador,
passa-rios, pica-peixe, piçorelho, pisco-ribeiro, rei-do-mar.
Onde observar

O guarda-rios encontra-se quase sempre perto de água. No litoral ocorre
sobretudo em estuários e lagoas costeiras.

Entre Douro e Minho os estuários desta região são bons locais para
detectar esta espécie, de que são exemplo os estuários do Minho, do
Lima, do Cávado e do Douro.

Trás-os-Montesocorre ao longo do Douro Internacional, podendo ser
observado também na albufeira do Azibo e no baixo Sabor.

Litoral centroo guarda-rios está presente na lagoa de Óbidos, nos
pauis do baixo Mondego (por exemplo no paul da Madriz), no estuário do
Mondego e ainda na barrinha de Mira. Também ocorre na ria de Aveiro,  
em Pombal, em São Martinho do Porto e nas lagoas de Quiaios.

Beira interiorocorre em locais como o Tejo Internacional, as Portas de
Ródão, as albufeiras de Vilar, da Teja e de Santa Maria de Aguiar e ainda o
rio Mondego em Celorico da Beira.

Lisboa e Vale do Tejoo estuário do Tejo, particularmente as lezírias
da Ponta da Erva e as salinas de Alverca, bem como os pauis do
Boquilobo e da Barroca e a lagoa de Albufeira, são óptimos locais para se
observar o guarda-rios nesta região. A espécie também ocorre na várzea
de Loures e no rio Nabão, em Tomar.

Alentejoé frequente nesta região. Exemplos de locais importantes
para a observação do guarda-rios são o estuário do Sado, a ribeira do
Divor, o vale do Guadiana na zona de Mértola, as albufeiras do Alqueva,
de Montargil e da Póvoa, e em sistemas lagunares, como a lagoa de Santo
André e a ribeira de Moinhos.

Algarveestá presente no paul de Lagos, na ria de Alvor, nas salinas de
Odiáxere, no estuário do Arade, na Quinta do Lago, no Parque Ambiental
de Vilamoura, na lagoa das Dunas Douradas, na lagoa dos Salgados, e na
reserva de Castro Marim, sendo estes os melhores locais para a
observação desta espécie no Algarve (mas nalguns deles parece ser mais
frequente fora da época reprodutora).
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
Olha ali um guarda-rios” – eis como é muitas vezes anunciada a visão de uma
flecha azul à superfície da água, o que imediatamente anima qualquer sessão de
observação de aves. Esta pequena ave aquática é uma das espécies mais coloridas
e encantadoras da avifauna portuguesa.
Abundância e calendário
Ocorre em Portugal durante todo o ano, mas a sua abundância varia fortemente de
umas regiões para outras. É claramente mais comum no litoral que no interior e
mais comum em planície que em montanha, sendo raro acima dos 1000 metros.
Nos grandes estuários e lagoas costeiras parece ocorrer sobretudo fora da época
de nidificação, estando presente sobretudo de Agosto a Abril.
Estatuto de conservação em Portugal:

Pouco preocupante