avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados.
Gaivina-preta
Chlidonias niger
Identificação
Como uma andorinha-do-mar de pequenas dimensões, apresenta plumagens
distintas entre o Outono-Inverno e a Primavera. No primeiro caso, ostenta um
capuz preto que não cobre os olhos, bico fino e escuro, branco da garganta até ao
abdómen, e patas avermelhadas. O dorso é cinzento com os ombros escuros.
Durante a Primavera apresenta uma vistosa plumagem negra que cobre a cabeça, a
garganta, o peito e a barriga, contrastando com o cinzento-prateado do dorso e
das asas. O bico e as patas são escuros nesta plumagem. Quando em voo,
apresenta corpo escuro e asas pálidas nas partes inferiores e superiores. Pode ser
confundida com a
gaivina-d’asa-branca, especialmente em plumagem não nupcial.

Abundância e calendário
Trata-se exclusivamente de um migrador de passagem, com algumas concentrações
observáveis sobretudo entre Maio e Junho, e entre final de Agosto e Setembro.
Ainda assim, é uma espécie de distribuição localizada e pouco comum e cuja
abundância parece variar fortemente de ano para ano.
Onde observar

Devido às flutuações de abundância que se registam de ano para ano, a  
gaivina-preta pode ser relativamente frequente e fácil de encontrar em certos
anos e estar praticamente ausente noutros anos.

Litoral Centro - tem sido registada a sua ocorrência na zona de Peniche.

Beira interior - é bastante rara nesta região, mas conhece-se uma
observação de um bando na albufeira de Santa Maria de Aguiar.

Lisboa e Vale do Tejo a melhor opção são os Arrozais da Giganta
(Ponta da Erva), podendo também ser observada nas Marinhas da Atalaia,
perto do Paul da Barroca, e no paul do Boquilobo. Em certos anos
aparece em bons números na costa do Estoril.

Alentejo a gaivina-preta ocorre com regularidade na albufeira do
Alqueva, na lagoa dos Patos e na lagoa de Santo André.

Algarveos melhores locais situam-se na reserva de Castro Marim, na
lagoa dos Salgados e no Ludo, onde podem ocorrer concentrações
elevadas durante as passagens migratórias. Ocasionalmente observa-se
na Quinta do Lago, na lagoa das Dunas Douradas e na ria de Alvor.
Sabe quando chegam
as primeiras gaivinas-pretas?
Veja as datas
aqui
Trata-se de uma das espécies mais elegantes no voo, bastante ágil quando tenta
capturar insectos junto à superfície de espelhos de água.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites