avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Quinta de Marim
A sede do Parque Natural da Ria Formosa situa-se num espaço
florestado perto das margens da laguna. Este local tranquilo, onde
não existe circulação automóvel, oferece boas oportunidades de
observação de aves terrestres e aquáticas.
Visita:
O percurso tem início na recepção, onde pode ser adquirido o bilhete, sendo então fornecido um pequeno
mapa da área. O trilho de descoberta de natureza, com uma extensão de cerca de 3 km, atravessa os
diferentes habitats, permitindo observar bastantes espécies de aves.
Os habitats mais representativos são: o pinhal, a charca e a ria.

O
pinhal ocupa a maior parte da área. Neste habitat observam-se diversas espécies de aves terrestres.
Entre as de maior porte refiram-se o
gaio, a pega-azul e a pega-rabuda, sendo que no final do Inverno e na
Primavera também pode, por vezes, ser visto o
cuco-rabilongo. Quanto às espécies de menor dimensão
podem referir-se a
trepadeira-comum, o tentilhão e diversas espécies de chapins.

Na extremidade oriental do pinhal existe uma
charca, junto à qual foi construído um pequeno observatório,
que permite ver as aves sem as perturbar. Aqui ocorrem diversas espécies de aves aquáticas. Entre as
espécies residentes, é possível encontrar o
mergulhão-pequeno, o pato-real e o galeirão. No Inverno
aparece também o
pato-trombeteiro e, ocasionalmente, outras espécies de anatídeos.

A parte sul da área abre-se directamente sobre a
ria, que é o habitat de eleição de muitas espécies de
limícolas e de outras aves aquáticas. O melhor local de observação situa-se no moinho de maré, onde é
possível subir ao terraço e observar tanto a ria como os viveiros adjacentes. O número de aves aquáticas é
tipicamente mais elevado no Inverno e nos períodos de migração, sendo mais reduzido no final da
Primavera e no início do Verão. Entre as espécies mais interessantes que aqui ocorrem destacam-se o
ostraceiro, o fuselo e o garajau-grande.
Melhor época: todo o ano

Distrito: Faro
Concelho: Olhão
Onde fica: no sotavento algarvio, um pouco a leste de Olhão e cerca de 10 km a leste de Faro. Para chegar
ao local, deve sair-se de Olhão na direcção de Tavira, cerca de 2 km depois vira-se à direita seguindo as
indicações “ria formosa” e “campismo”. Após cruzar a via férrea, prossegue-se durante mais 200 metros e a
entrada surge do lado esquerdo.
Nota: o acesso a este local está sujeito ao pagamento de uma taxa de €2,50. O local pode ser visitado
nos dias úteis das 8h às 20h e aos fins de semana e feriados das 10h às 20h.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
A Quinta de Marim, vendo-se em primeiro plano uma parte da zona húmida e ao fundo o pinhal
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites