avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Sao Cristóvão
Entre Montemor-o-Novo e Alcácer do Sal está situada uma das melhores
zonas, fora das áreas protegidas, para observação de aves do sul do
país. Trata-se da região de São Cristóvão, uma área essencialmente
composta por montados e campos abertos e uma infinidade de açudes
agrícolas, enriquecendo esta zona em termos ambientais e em
variedade de espécies, tanto terrestres como aquáticas. Já aqui foram
registadas cerca de 250 espécies de aves. E esta lista apenas enferma
pelo reduzido número de birdwatchers que conhecem esta região.
Visita:
toda a região pode ser percorrida de automóvel, devido aos oportunos caminhos de terra batida (em geral
transitáveis) que passam na proximidade dos lugares mais interessantes do ponto de vista ornitológico.
Deve começar-se por atravessar a ponte sobre a ribeira, a sul de São Cristóvão, seguir em frente durante
700 m, cortando de seguida para um caminho florestal à esquerda (oeste). Um quilómetro depois desviar
novamente para a esquerda e seguir para o
açude da Tojeira, onde, sobretudo no período de
Outono/Inverno, existe a possibilidade de observar, entre uma grande variedade de anatídeos, mergulhões,
abibes e tarambolas, a cegonha-preta e a garça-branca-grande.

Depois, regressar pelo  mesmo caminho e cerca de 250 m adiante deste desvio para o açude da Tojeira,
deve virar-se para a direita, numa bifurcação no montado de sobro e seguir para para o
açude dos Fartos.
Na área de montado podem ouvir-se passeriformes, tais como o pardal-francês, o tentilhão ou trepadeiras.
Este açude surgirá à direita do caminho, onde se deve fazer uma paragem e continuar a pé. O local é bom
para observar o mergulhão-de-crista, uma grande variedade de anatídeos, tais como a marrequinha e o
pato-trombeteiro, e a narceja-comum. Antes porém passa-se por uma zona descampada e recomenda-se
uma paragem para tentar ver algumas rapinas, como a águia-cobreira ou a águia-calçada. Este local é uma
das zonas mais ocidentais de Portugal onde observar a calhandra-real. Voltando ao caminho, onde
deixámos a viatura, percorrendo mais dois quilómetros, atinge-se o
açude da Caldeira, onde é possível
observar o flamingo, borrelhos, várias espécies de anatídeos, mergulhões, garças, importantes bandos de
tarambolas e abibes e, com alguma sorte, a águia de Bonelli.

Voltando atrás (sobretudo para quem não tem uma viatura todo-o-terreno), cerca de 4 km para a bifurcação
no montado acima citada, vira-se para a direita e segue-se durante dois quilómetros e meio até à
herdade
da Defesa
, onde sugerimos uma paragem, na  curva da antiga várzea de arroz,  para continuar a pé à
esquerda, durante cerca um quilómetro, por terrenos abertos até ao açude norte: A direita está o monte onde
se encontra outro açude. Aqui é normalmente avistado o sisão, o cuco-rabilongo e duas espécies de
peneireiros (vulgar e azul).

Após esta paragem e seguindo o mesmo caminho, durante cerca de 10 km, chegamos à estrada
alcatroada, onde se vira à esquerda (Norte) em direcção a Casa Branca e onde, após se percorrer cerca de
2.5km, se chega ao
açude do Poço da Rua. O açude está do lado esquerdo da estrada tornou-se conhecido,
nos últimos anos, devido a algumas curiosidades que o visitam, tais como o mergulhão-de-pescoço-negro
ou o zarro-castanho.

O itinerário descrito não esgota o potencial de São Cristóvão; o percurso a sul, que liga a localidade que
titula este roteiro à barragem do Pego do Altar ou a zona situada a norte ao longo da estrada N253 poderá
também ser uma boa opção a explorar, assim como os desvios para Santiago do Escoural e Foros dos
Baldios.
Melhor época: sobretudo entre Outubro e Maio

Distritos: Évora e Setúbal
Concelhos: Alcácer do Sal, Montemor-o-Novo e Viana do Alentejo
Onde fica: Para quem vem de Lisboa deve tomar a direcção de Montemor-o-Novo (pela A6) e seguir a
estrada N 253 para Alcácer do Sal, ou a estrada N2/R2 para as Alcáçovas e seguir para Santiago do
Escoural e depois desviar para a direita para S. Cristóvão ou continuar em frente para Casa Branca.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
O açude do Poço da Rua tornou-se conhecido pelo facto de aí ter nidificado o mergulhão-de-pescoço-preto
O açude da Defesa é um dos vários açudes existentes na região de São Cristóvão
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites