avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Segura
O rio Erges é um afluente da margem direita do rio Tejo
e constitui a linha de fronteira entre as Termas de
Monfortinho e o chamado Tejo Internacional. A aldeia
fronteiriça de Segura, situada junto ao Erges, é um dos
melhores e mais acessíveis locais da Beira Baixa para
observar aves rupícolas.
Visita:
Para quem venha pela N355, a aldeia de
Segura é o primeiro ponto de paragem ao longo da estrada. Aqui
não ocorrem muitas aves, mas ouve-se habitualmente o canto da
rola-turca e podem ver-se algumas
andorinhas. No entanto, vale a pena ir observando o céu, pois esta zona é frequentemente sobrevoada por
grifos e por outras aves de rapina.
Um pouco mais abaixo, logo após a aldeia, a estrada começa a descer em direcção à fronteira. Do lado
esquerdo abre-se o vale escarpado do
Rio Erges. Este vale merece uma observação cuidada. É frequente
podem ser vistas neste local incluem a
andorinha-dáurica e a andorinha-das-rochas. Uma pequena estrada
à esquerda permite percorrer a encosta ao longo do vale e observar de perto os
grifos, bem como algumas
espécies de passeriformes, como o
picanço-barreteiro e a pega-azul.
Continuando pela estrada nacional abaixo, chega-se finalmente à
ponte internacional. Aqui vale a pena
fazer uma nova paragem para observação. Os
milhafres-pretos sobrevoam frequentemente a zona. O
abutre-do-egipto e a cegonha-preta são vistos com regularidade neste local. No que se refere a
passeriformes, as
andorinhas-das-rochas são frequentes no vale, junto à ponte. Junto ao velho posto de
fronteira do lado português há uns grandes eucaliptos onde habitualmente ocorrem o
pardal-espanhol e o
estorninho-preto. No início do sec. XXI foi aqui observado o raro chasco-preto, mas não tem havido
observações em anos recentes, pelo que e provável que a espécie tenha deixado de ocorrer neste local.

Melhor época: Primavera

Distrito: Castelo Branco
Concelho: Idanha-a-Nova
Onde fica: no extremo sueste da Beira Baixa, junto à fronteira espanhola. O acesso a partir de Castelo
Branco é feito seguindo pela N240 passando por Ladoeiro e Zebreira, virando depois à direita pela N355 em
direcção a Segura.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
Junto a Segura, o rio Erges forma um vale rochoso onde nidificam alguns casais de grifos
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites

Lista completa
das aves do
distrito de
Castelo Branco

Clique
aqui
Novidade!

Guia Prático de
Observação de Aves no
Distrito de Castelo Branco

obtenha gratuitamente aqui